29 agosto, 2011

Inquietude


Não sei bem porque, mas de repente a pergunta me escapole ao tempo,de uma forma imprevisivel e incontestável.
E a pergunta é feita ao vazio, lançada...
Uma curiosidade que de tão forte, devasta os meus pensamentos e inunda minha fala.
Palavras com gotas de sentimento, e minha alma aqui dentro pergunta enfim:
Será que você também anda pensando em mim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário