24 maio, 2011


A voz da minha consciência
Virou pesadelo
E minha inquietação
Uma tortura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário